O lockdown de 2020 demandou do mercado um novo formato que atendesse às necessidades de consumo e as indicações de segurança da Organização Mundial da Saúde (OMS). Esse cenário foi extremamente favorável para a consolidação do e-commerce, e para o impulsionamento dos marketplaces.

Dado o cenário, não só os novos players do mercado, mas também aqueles que ainda não vendiam online, viram que precisavam adaptar seus negócios. No entanto, um assunto pertinente que sempre gera dúvidas aos sellers são as comissões dos marketplaces. 

Dessa forma, este texto foi elaborado com a proposta de te informar qual é o custo real para vender em um marketplace, qual costuma ser a porcentagem da sua comissão e como é o modelo de cobrança de cada uma das principais empresas que atuam no segmento no Brasil, confira!

Como funciona a comissão dos marketplaces?

As comissões dos marketplaces funcionam basicamente sobre cada venda que o lojista parceiro consegue realizar na plataforma e costuma ser definida a partir de um determinado percentual sobre o valor total da compra, que pode variar.

A variação das taxas de comissão dos marketplaces acontece tanto em relação à definição do valor por cada uma das plataformas, quanto ao plano que você possui em cada uma delas, pois, em algumas, caso você escolha o plano premium, o valor é menor.

Geralmente, essas taxas costumam variar entre 10% e 20%. Dessa forma é muito importante que você coloque elas na precificação do seu produto e estude a melhor maneira de repassá-las para os seus clientes. Ainda, pode adotar diferentes estratégias para fazer isso em cada um das plataformas.

Baixe a nossa planilha de precificação de marketplaces e precifique corretamente seus produtos

Baixe Planilha de precificação para marketplaces grátis

Quanto é a comissão dos principais marketplaces?

Abaixo, vamos listar o valor da comissão dos principais marketplaces. Confira:

Quanto custa vender no Mercado Livre?

No Mercado livre, a comissão para produtos novos e usados é a mesma. Contudo, ela vai depender do valor total do produto, tendo um acréscimo de R$ 5,00 por unidade em mercadorias abaixo de R$ 99,00.

Além desse acréscimo, a mesma é diferenciada a partir das categorias dos produtos e se o plano é clássico ou premium. Confira, abaixo, a tabela retirada do próprio site do Mercado Livre.

tabela de comissão de produtos e categorias do Mercado Livre

Qual é a comissão da B2W?

A B2W possui alguns dos principais marketplaces brasileiros. Eles são:

  • Lojas Americanas;
  • Submarino;
  • Shoptime.

Como reforçado pela própria empresa, o cadastro de novos sellers é gratuito, não necessitando de um investimento de entrada. Desde o dia 01/02/2021, é cobrada uma comissão de 16% sobre o valor do item mais taxa fixa de R$ 5,00.

Por exemplo, se você vender um produto por R$ 90,00 o valor cobrado pelo marketplace será de R$ 19,40 (16% * R$ 90,00) + R$ 5,00.

Além dessa comissão, caso você queira, você pode utilizar o B2W Fulfillment, que é uma solução completa de logística ofertada para quem vende na B2W. Com ela, toda a logística e até mesmo atendimento de chamada fica a cargo da empresa e não de você. Para saber quanto custa, porém, é necessário solicitar um orçamento.

A partir do dia 01/02/2021, se o cliente cancelar o pedido dentro do seu prazo de expedição, não haverá cobrança da taxa de comissão, sendo este prazo de 1 dia útil.

Política de frete grátis da B2W

O frete grátis é uma das variáveis que mais influenciam na decisão de compra, por isso, a B2W mudou a política de frete grátis para parceiros sellers no marketplace, uma estratégia de peso para aumentar suas vendas online.

Serão incluídos automaticamente na nova política de frete grátis da B2W Marketplace todos os lojistas que atendem aos seguintes requisitos:

  1. Utilizar o B2W Fulfillment ou o B2W Entrega como parceiro de logística para suas entregas
  2. Enviar seus itens/Fazer a expedição a partir das regiões Sul e Sudeste
  3. O valor do produto vendido for igual ou maior que R$ 100,00.

Para mais informações sobre a comissão da B2W, acesse https://info.b2wmarketplace.com.br/regras-de-comissao

Quanto custa para vender no Magazine Luiza?

O valor das taxas do Magazine Luiza variam entre 10% e 20% da venda, de acordo com a categoria do produto, e o repasse do valor total pode ser feito mensalmente ou semanalmente, dependendo da opção do vendedor.

Para pagamentos parcelados, o recebimento do repasse será feito de acordo com o número de parcelas acordado com o comprador. Contudo, é possível solicitar antecipação automática, pagando um adicional na comissão.

Taxas para vender na Amazon

A Amazon tem planos de vendas diversos que acarretam em diferentes custos para que você possa vender seus produtos. No plano de vendas profissional, de acordo com a empresa, é cobrada uma taxa mensal de R$ 19,00 sendo ele indicado para aqueles que planejam vender mais de 10 itens mensais.

Além do plano profissional, existe também o plano individual, sendo indicado para quem planeja vender menos de 10 itens mensais, A taxa cobrada, por sua vez, é de R$ 2,00 para cada item vendido.

Nestes dois planos, existe uma porcentagem de comissão e uma comissão mínima aplicável. Elas variam de acordo com a categoria do produto conforme a tabela abaixo, retirada do próprio site da empresa:

tabela de comisssao categorias da amazon marketplace

Cabe ressaltar que acessórios para eletrônicos, com valores superiores a R$ 100,00, a comissão é de 15% para os primeiros R$ 100,00  e 10% para o que passar desse valor. Já quando o assunto é móveis, a comissão funciona da mesma forma, só que é de 15% para os primeiros R$ 200,00.

 Qual a comissão para vender na Via Varejo?

A Via Varejo não cobra nenhuma taxa fixa para o lojista que começa a vender em suas plataformas. Contudo, suas comissões variam entre 14% e 18%, dependendo da categoria do produto vendido.

 Qual a comissão para vender na Netshoes?

A Netshoes funciona da mesma forma da Via Varejo, não existindo nenhum tipo de taxa fixa, apenas de comissão, que pode ir até 20% do valor total do produto (preço + frete), dependendo da categoria do mesmo.

Mas afinal, por que as taxas dos marketplaces costumam ter essa porcentagem?

As taxas dos marketplaces costumam ter essa porcentagem porque elas não englobam apenas os custos de venda. Nelas também existem os seguintes gastos:

  • gateway (taxa administrativa da operação);
  • marketing;
  • sistema antifraude;
  • antecipação AVP (venda a prazo e recebimento do dinheiro);
  • SAC (Sistema de Atendimento ao Cliente);
  • chargeback (valor não reconhecido pela operadora);
  • custo fixo (aluguel, TI, investimento, mão de obra).

As porcentagens cobradas por cada um desses serviços pode variar. Por isso, cada marketplace define porcentagens diferentes de acordo com a categoria do produto e, também, o plano que o cliente possui.

Agora que você já sabe qual é a comissão de cada um dos principais marketplaces do Brasil e quais são os custos embutidos nelas, você pode considerar com mais clareza e sobriedade quais deles valem mais a pena para você, como seller, traçar sua jornada online.

Cabe ressaltar que você não deve olhar apenas para as taxas, pois cada um desses marketplaces trabalha com benefícios diferentes e atende a personas distintas. Dessa forma, você deve focar suas vendas naquele em que há mais probabilidade de conversão.

Se você gostou desse conteúdo e quer continuar acompanhando artigos similares a estes, assine nossa newsletter e fique por dentro das nossas matérias!

A gente sabe que vender em vários marketplaces, controlar seu estoque e precificar seus produtos levando em consideração sua margem de lucro e a comissão de cada site não é uma tarefa fácil, venha para o Magis5, integre e automatize todos os marketplaces em somente um lugar

Integre seu negócio aos marketplaces - clique aqui para falar com um especialista

Comentários

Vinicius Ribeiro

Vinicius Ribeiro

Gerente de Marketing no Magis5, mineiro apaixonado por inovação, tecnologia e transformação digital. Para falar com Vinícius, basta enviar um e-mail para vinicius.ribeiro@magis5.com.br