Também conhecido como Black Friday do 1° semestre, o dia do consumidor é comemorado anualmente em 15 de Março, tendo ações iniciadas, comumente, no dia 11 de Março. 

Sob um panorama geral, o comércio eletrônico apontou um crescimento anual de 73,88%, segundo o índice MCC-ENET, desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net) em parceria com o Neotrust, e publicado no E-commerce Brasil.

Especificamente, em 2020, apenas durante a primeira quinzena de março, houve um faturamento de R$3,62 Bilhões no e-commerce – dados extraídos do relatório do Social Miner, que analisou o potencial do Dia do Consumidor.

Ou seja, a data mostrou sua importância para o tráfego nas lojas virtuais. Claramente, impulsionado com o avanço astronômico do comércio eletrônico durante a pandemia do Covid-19.

Se você quer saber como se preparar e entender melhor essa data para conseguir vender mais, tendo um e-commerce – ou até mesmo uma loja física – leia este conteúdo até o final!

O que é o Dia do Consumidor?

O Dia do Consumidor foi criado em 1962 pelo presidente John F. Kennedy, dos Estados Unidos, já que o mesmo instituiu os direitos do consumidor em 15 de março deste ano. Em 1985, a Organização das Nações Unidas (ONU) oficializou essa data.

No Brasil, é costume que o dia do consumidor ocorra além de 15 de março. Algumas empresas optam pela promoção de uma semana inteira com descontos, enquanto outras até meses para a divulgação de grandes ações de marketing.

O Dia do Consumidor vem ganhando espaço no cenário econômico brasileiro. Saber aproveitá-lo é um grande trunfo para o seller. Por isso, saiba como se preparar!

Como se preparar para o dia do consumidor em 2021?

Ano passado, em 2020, o tráfego nas lojas virtuais intensificou-se, ainda, 10 dias antes do Dia do Consumidor, de fato. Por isso, é fundamental traçar estratégias para toda a primeira quinzena do mês, para assim garantir os melhores resultados.

Tendo o relatório formulado pela All iN & Social Miner, em parceria com a Opinion Box, como material de pesquisa, pudemos formular 4 dicas especiais para quem pretende traçar um plano estratégico efetivo durante a Semana do Consumidor.

1. Promova descontos que atraiam o público

Segundo o relatório anteriormente citado, 61% dos entrevistados pretendem comprar itens de primeira necessidade por preços melhores. Outros 53% pretendem adquirir produtos que estavam em suas listas de desejo por preços, também, menores.

Ou seja, assim como na Black Friday, a Semana do Consumidor é reconhecida como um trunfo para os consumidores conseguirem comprar gastando menos que o usual. O preço, nessa data, é um grande tomador de decisão. Por isso, saiba atrair o público com os descontos mais atrativos.

O relatório também mostra uma alta taxa de desistência, devido a fretes altos e prazo de entregas ruins. Para aumentar as chances de vendas, então, opte por opções como:

  • Frete grátis;
  • Cashbacks;
  • Programas de fidelidade;
  • Brindes.

Além de optar por entregas fulfillment, como o Mercado Envios Full do Mercado Livre.

Lembre-se, aliás, de usar a curva ABC para te auxiliar no processo de gestão de estoque. Não como aplicar isso? Leia a seguir!

Como aplicar a curva ABC?

A curva A representa 20% dos seus produtos que são responsáveis por 80% da sua receita gerada no e-commerce. Nesse caso, a venda ocorrerá “naturalmente” em uma escala mais alta.

A curva B, por sua vez, representa 30% dos seus produtos que são responsáveis por 15% da sua receita gerada no e-commerce. São, ainda, itens com boa lucratividade, mas necessitam de uma gestão razoável para observar os resultados.

Já a curva C representa 50% dos seus produtos que são responsáveis por apenas 5% da sua receita gerada no e-commerce. Aproveite a Semana do Consumidor para queimar esse estoque com descontos agressivos que fomentem o fluxo de vendas.

corpo texto dia do consumidor Prancheta 1

2. Faça uma divulgação estratégica

Primeiramente, para começar a divulgar semanas antes, trace o plano, então, meses antes. Então, faça um cronograma!

Muitas empresas passaram a promover uma Semana do Consumidor, indo além do dia 15 de Março. Outras, começaram a optar por um mês inteiro com descontos em categorias de produtos que geram bastante receita nesse período do ano, como eletrônicos e vestuário.

Uma estratégia interessante são ações de co-marketing no mês de Março. Por exemplo, fazer um marketing colaborativo com marketplaces, como Carrefour Marketplace.

Quanto às mídias pagas, seja estratégico. Encontre as palavras chave ideais para a criação dos seus anúncios no Google Ads, e faça remarketing no Facebook Ads. Em caso de ações específicas, o Instagram Ads pode ser uma boa opção para a divulgação de campanhas maiores e criativas.

3. Promova uma experiência para os usuários

Tendo em vista que 56% dos clientes se sentem mais confortáveis comprando on-line, coloque como prioridade a elaboração de um ambiente digital responsivo. Grande parte dos usuários estão acessando sites pelos celulares; portanto, é fundamental promover uma boa experiência inclusiva a esse público.

Outro ponto importante é o suporte e atendimento – também citado no relatório como grande tomador de decisão, já que os consumidores querem confiar no lugar que estão comprando. Mantenha, pois, uma comunicação ativa e eficiente, mesmo que por meio de chat bots – que pode ser uma boa opção pelo volume alto de demanda.

No entanto, não se engane em pensar que as vendas são feitas apenas em meios digitais. As datas sazonais, como a Semana do Consumidor, estão se apresentando como oportunidades de impulsionamento para lojas físicas. Por isso, e para garantir uma segurança em tempos pandêmicos, faça uma logística que siga as normas da Organização Mundial da Saúde (OMS), estude o formato Omnichannel e, claro, seja atencioso!

4. Fidelize seu cliente

Parece clichê, mas é sempre bom lembrar de traçar, também, estratégias de pós-venda. 

A Semana do Consumidor pode ser uma grande oportunidade de rechear sua lista de leads e clientes. Por isso, saiba nutri-los de forma que eles passem a confiar no seu negócio e venham, no futuro, exercer a recompra.

Segundo Kotler, conquistar um novo cliente pode ser 5 a 7 vezes mais caro do que manter um antigo.

Estratégias como email marketing vão ser suas grandes aliadas nesse processo.

Principais produtos vendidos no dia do consumidor:

Importante, também, é saber quais as categorias que crescem a venda durante a Semana do Consumidor para saber em que setor agir com mais efetividade. Segundo levantamento da Google Consumer Survey de 2021, em um panorama de 2 meses, a intenção de compra das principais categorias são divididas da seguinte forma:

  • 35% em Eletrônicos;
  • 33% em Casa;
  • 32% em Eletrodomésticos;
  • 25% em Bens de Consumo;
  • 21% em Moda;
  • 15% em Beleza e Perfumaria.

O setor de moda, inclusive, se destaca quanto à espera por promoções. Ou seja, consumidores preferem comprar quando na ocorrência de descontos.

Afinal, como rechear meu faturamento no Dia do Consumidor?

Para finalizar, reforçamos 3 dicas para você aumentar o seu faturamento no Dia do Consumidor em 2021.

Considere seu custo

Apesar do dia do consumidor ser chamado de Black Friday de 2021, não exagere nas promoções, pois você deve sempre tomar cuidado para não acabar tendo prejuízo mesmo aumentando o número de vendas realizadas neste período. Dessa forma, você deve sempre considerar os preços, custos com frete e outros, para não realizar promoções exacerbadas e não ter problemas futuramente. Seja coerente e abuse da curva ABC!

Se atente a concorrência e benchmarks

Neste momento, principalmente se você não tiver muita experiência em oferecer promoções e ofertas no dia do consumidor, é muito importante olhar para como seus benchmarks e concorrentes fazem a divulgação e toda a estratégia de vendas nesse período.

Portanto, olhar as campanhas anteriores realizadas por eles é uma excelente ideia para identificar pontos positivos e negativos e elaborar sua própria estratégia para o dia do consumidor em 2021.

Encante seu cliente

Toda empresa, independente do modelo de negócios, deve ter a missão de encantar cada um de seus clientes,  principalmente para fidelizar, estabelecer um vínculo com ele e quem sabe até criar uma comunidade de fãs da sua marca.

Você pode proporcionar uma boa experiência de compra, com um ótimo suporte e atendimento, fortalecendo, assim, um relacionamento de longo prazo. 

Isso é muito importante, pois conseguir com que seu cliente compre várias vezes de você é bem mais barato do que tentar vender para novos clientes, além disso, até o fim do ano, vão existir uma série de outras datas que poderão ser utilizadas para engajar esse consumidor. Se ele tiver gostado da primeira experiência, com certeza voltará a realizar suas compras na sua loja.

O Dia, Semana, ou até Mês, do Consumidor é uma grande oportunidade sazonal para aumentar a demanda e queimar o estoque!

Com o crescente aumento de vendas, você precisa de uma gestão pesada. Um hub de integração e automação para marketplaces pode ser uma solução para facilitar os processos de venda do seu negócio.

Conheça o Magis5, e fale com um especialista!

Integre seu negócio aos marketplaces - clique aqui para falar com um especialista

Comentários

Vitor Lima

Vitor Lima

Vitor é CEO do Magis5 e fundou a plataforma depois de ter problemas nas entregas dos seus pedidos nos marketplaces. Vitor é especialista em tecnologia, e-commerce e é apaixonado por inovação e startups