Hoje vivemos em tempos diferentes. O ano de 2020 foi surpreendentemente mudado pela natureza, assolando países com uma doença, o Coronavírus. Com isso, todos os planejamentos para o ano foram adiados.

A Covid19 é uma enfermidade muito contagiosa, e por isso, é necessário que as pessoas fiquem em casa para diminuir o contágio, por enquanto que não existe algum tipo de cura ou medicação.

Essa mudança de hábitos foi aplicada de forma muito acelerada, e com isso a sociedade, o mercado e a economia mudaram de modo muito agressivo, em poucos meses, e esse processo ainda está em transição. Então, o que esperar em vendas online com essa quarentena?

Coronavírus no Brasil

O vírus, conhecido também como Sars-CoV-2 é proveniente do contato entre homem e animais silvestres, mais precisamente o morcego e o pangolim. Ele surgiu na China no final de 2019 e se espalhou pelo mundo.

Seus sintomas aparentam uma gripe, mas não é. O vírus é dinâmico, e dependendo do organismo, ele acomete os pulmões e inicia a degradação do mesmo através de uma forte pneumonia.

Ele é altamente contagioso, e é passado através de gotículas de saliva, contato humano, mucosas e ao tocar em superfícies contaminadas. Por essa facilidade, a recomendação da OMS, é que para que ele seja erradicado e os casos sejam diminuídos, as pessoas fiquem em quarentena em casa. 

A quarentena e o crescimento de vendas on-line

O novo Coronavírus mudou o cenário de nossa sociedade, e hoje, por conta de seus sintomas e das formas como é transmitido, é necessário que haja distanciamento social por todo o mundo.

Com isso, mais pessoas ficam em casa e saem somente para trabalhar ou comprar. Mas, mesmo assim, há quem prefira resolver tudo pela internet, e optando pelas vendas online no Brasil.

O percentual de vendas pela internet, assim como do compra aumentou, e os produtos mais procurados nesta pandemia segundos uma pesquisa do EBIT, são:

  • Álcool em gel
  • Produtos para crianças (fraldas, papinha)
  • Produtos de limpeza
  • Prestação de serviços
  • Higiene pessoal
  • Alimentos e congelados

Além dessas informações, a empresa afirma que as vendas on-line cresceram 2x mais, e muitos usuários que nunca tinham comprado pela internet, se permitiram a tentar essa nossa possibilidade, perante a mudança de hábito.

O que esperar de vendas online no Brasil?

O e-commerce apontava um desenvolvimento constante de crescimento, visando uma importante ampliação, e por essa situação atípica que o país e o mundo passam, esse gráfico irá aumentar.

Os comportamentos de compradores começaram a se transformar nos últimos meses, assim como o social. As pessoas ficam em casa e participam de interações via internet, buscam cultura via internet e compram online também.

As pessoas hoje procuram facilidade, agilidade e compras e serviços que não necessitam de contato direto com terceiros, ou seja, com mais segurança. Assim, a diminuição de contaminação é agregada.

Além disso, é importante salientar que as prioridades reais de cada consumidor mudaram, e agora todos estão traçando novos planos e mudando o estilo de vida, tomando mais consciência no consumo e minimizando impactos existentes em aglomerações.

Principais áreas que mudaram após a quarentena

O e-commerce apontava um desenvolvimento constante de crescimento, visando uma importante ampliação, e por essa situação atípica que o país e o mundo passam, esse gráfico irá aumentar.

Os comportamentos de compradores começaram a se transformar nos últimos meses, assim como o social. As pessoas ficam em casa e participam de interações via internet, buscam cultura via internet e compram online também.

As pessoas hoje procuram facilidade, agilidade e compras e serviços que não necessitam de contato direto com terceiros, ou seja, com mais segurança. Assim, a diminuição de contaminação é agregada.

Além disso, é importante salientar que as prioridades reais de cada consumidor mudaram, e agora todos estão traçando novos planos e mudando o estilo de vida, tomando mais consciência no consumo e minimizando impactos existentes em aglomerações.

Novos desafios para o comércio

“Ofereça produtos e serviços que sejam de alta necessidade. Procure modificar os preceitos de suas vendas e entender os consumidores em um momento tão grave da história. ”

Lojas e locais públicos agora necessitam se reinventar. O momento é delicado e requer atenção, não somente relacionada à saúde, mas aos lojistas, por alguns motivos como o contato direto e perda de vendas.

O contato direto de funcionários pode desvalorizar a loja por conta da situação. É imprescindível que o comerciante pense primeiramente na saúde dos colaboradores, para que assim, quando esta epidemia passar, as vendas voltem ao normal, com todos saudáveis.

Após isso, é necessário remontar estratégias, adentrar no universo digital e captar novamente os desejos e necessidades dos clientes e público alvo, tentar entender agora o que é importante para todos eles no momento.

Siga a mudança de hábitos e renove suas práticas

Seu comércio não está perdido por conta da Covid19. Realinhe suas estratégias, encontre novos formatos de atividade nesta situação e aposte no crescimento de vendas on-line. Renove e inove, não fique para trás.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments