O que é picking de produtos no e-commerce, os seus tipos e como melhorar esse processo operacional?

por | 23 de janeiro de 2024 | Logística

O que você vai encontrar nesse artigo?

O picking representa a etapa crucial de coletar produtos do estoque para atender às demandas dos clientes. Essa prática visa agilizar a logística e garante uma seleção rápida e precisa de itens, contribuindo para a eficiência operacional.

Separar um pedido pode parecer, à primeira vista, um processo simples, porém, quando uma grande quantidade de demanda começa a aparecer, recolher e enviar os pedidos para embalagem pode ser um desafio em muitas empresas que vendem on-line.

E, a depender do tamanho do produto, qualquer erro de localização e separação em seu armazém de itens, pode significar perda de tempo e uma cadeia de erros que irão afetar a experiência do consumidor final e o lucro do empreendimento.

Se você busca entender mais sobre o picking e como otimizar esse processo em seu negócio, este conteúdo é o certo para ter as melhores práticas e aumentar seu conhecimento sobre esse processo logístico. Tenha uma boa leitura!

O que é picking no contexto de e-commerce?

O picking de produtos, chamado também de order picking ou, em português, separação de produtos, refere-se ao processo de coleta de mercadorias feito logo após a conclusão de uma venda. 

No caso do e-commerce, após o cliente realizar o pedido em sua loja virtual, por exemplo, será necessário a realização da separação dos produtos solicitados.

Otimizar esse processo é uma tarefa fundamental para operações de e-commerce que estão crescendo suas vendas.

Afinal, no início de um empreendimento, é normal que a quantidade de pedidos sejam menores e que esse processo seja feito por uma única pessoa, que localiza, coleta, embala e envia o produto.

Já quando a operação de um e-commerce começa a ter mais vendas, realizar essa etapa se torna mais complexo e pode ocasionar em erros para o cliente final, o que faz o empreendedor perder reputação com o consumidor ou pelo próprio marketplace — caso o empreendedor venda por esse canal de venda.

Como o picking funciona no e-commerce?

No comércio eletrônico, o processo de picking geralmente é iniciado logo após o recebimento de um pedido de compra

Os colaboradores encarregados da tarefa, também conhecidos como operadores, recebem informações sobre os itens a serem coletados por meio de um sistema de coleta em tempo real. 

Assim, a equipe responsável por separar os produtos é encarregada de encontrar, selecionar e coletar os itens específicos solicitados pelo cliente.

Para facilitar o processo de picking, muitas lojas virtuais contam com algum sistema de gerenciamento de estoque ou ferramentas que tenham funções que auxiliam nessa etapa, como um hub.

Essas ferramentas fornecem aos colaboradores informações sobre a localização exata de cada item em estoque, tornando o processo de picking mais eficiente e preciso. 

Ao garantir que os produtos sejam coletados no lugar correto, o sistema de picking de produtos ajuda a evitar erros de envio e, como consequência, melhora a satisfação do cliente.

Assim, a equipe coleta os itens de acordo com o pedido do cliente e usam scanners ou leitores de código de barras para registrar cada produto coletado, garantindo o controle de estoque e a precisão do processo de separação. 

Uma operação de picking bem sucedida contribui para a satisfação do cliente devido à precisão das entregas, o que evita erros de envio e garante que os pedidos sejam entregues no prazo correto.

Qual a diferença entre picking e packing?

Quando se trata da gestão de estoque, é preciso entender a diferença entre picking e packing

O picking refere-se à coleta de itens específicos do estoque, enquanto o packing envolve a preparação e embalagem dos produtos para envio.

O packing é crucial na preparação dos produtos para envio, o que garante que cheguem em perfeito estado aos clientes e que pode vir a afetar sua satisfação com a compra. 

Um packing eficiente reduz os custos operacionais e, assim como no picking, a tecnologia pode melhorar a precisão desse processo. 

Tipos de picking no e-commerce

Existem diferentes tipos de picking no e-commerce, cada um com suas características e benefícios específicos. 

Vamos explorar alguns dos principais tipos de picking e como eles podem ser implementados em seu negócio:

Picking Discreto

Para o picking discreto, os colaboradores ficam responsáveis por somente um pedido e coletam os itens apenas um de cada vez. Esse método é eficiente para lojas com uma demanda menor de pedidos, reduzindo a chance de erros de coleta de produtos. 

Geralmente é realizado de forma manual, podendo ser otimizado com tecnologia, mas é um processo mais lento devido a necessitar que cada pessoa da equipe se desloque mais.

Picking por Zona

Ao designar áreas específicas para cada categoria de produto, o picking por zona demonstra ser eficaz em armazéns com uma alta quantidade de pedidos

Aqui, cada colaborador fica responsável por uma zona, o faz o processo reduzir significativamente o tempo de coleta. 

Esse modelo de picking possibilita uma melhor organização e aumento da produtividade caso haja uma distribuição adequada de tarefas. 

Picking por Lote

No processo de picking por lote, o operador espera acumular uma determinada quantidade de pedidos e, assim, os coleta simultaneamente, o que é eficiente para lojas com demanda de pedidos em lote, o que reduz o tempo gasto na coleta de produtos de pedidos individuais.

Esse tipo de separação pode ser vantajoso para produtos de baixo giro, diminuindo a necessidade de coleta frequente. 

Além disso, a estratégia de separação por lote pode melhorar a produtividade, o que beneficia tanto a empresa quanto os colaboradores envolvidos na atividade.

Picking por Onda

O picking por onda é separado em ciclos ou ondas, ou seja, será agendado determinados horários do dia, de acordo com a sua prioridade, para que haja a coleta. 

Esse método por onda pode ser eficiente em períodos específicos ou em datas sazonais que foram mapeadas pela loja.

Bucket Brigades

Bucket Brigades são uma estratégia eficiente no processo de picking. Nesse sistema, os operadores formam uma linha contínua, passando os itens da ordem de um para o outro de maneira sincronizada. 

Cada operador adiciona um item à ordem à medida que ela passa, contribuindo para a eficiência do processo. Essa abordagem contínua minimiza o tempo ocioso e maximiza a produtividade, o que otimiza o fluxo de trabalho nessa etapa.

Como escolher o melhor tipo de picking para sua operação

Para escolher o melhor tipo de picking para o seu negócio, é preciso escolher um modelo que atenda às suas necessidades

Ao considerar o tipo de separação de produtos mais adequado, é essencial avaliar os tipos de produtos, o tamanho do estoque e o volume de pedidos. 

Para melhorar esse processo, a implementação de tecnologias como sistemas de gerenciamento de armazéns e leitores de códigos de barras pode ser o primeiro passo. 

Por exemplo, em casos de produtos de alta demanda, o picking por zona pode ser mais eficiente. 

Já para empresas com grande variedade de produtos, o modelo de picking por lote é uma opção viável. 

Investir em tecnologia e treinamento dos colaboradores também é crucial para melhorar o processo de picking. 

Dessa forma, o operador se torna mais eficiente, contribuindo para a satisfação do cliente e a eficiência operacional da empresa.

Como otimizar o processo de separação de produtos do meu negócio?

Para melhorar o processo de separação de produtos no e-commerce, é essencial entender o modelo mais adequado para cada tipo de negócio.

O primeiro passo é identificar os diferentes tipos de produtos e suas demandas. 

De modo geral, a eficiência do picking pode ser aprimorada pelo uso das melhores técnicas, contratação de ferramentas que facilitem seus processos e pelo treinamento dos colaboradores.

 A seguir, trouxemos algumas dicas para otimizar seu picking:

1. Organização das rotinas do estoque

Para garantir processos eficientes de separação de pedidos, é importante ter rotinas de inventário bem organizadas. Essas rotinas contribuem para operações de separação de produtos sem problemas e atendimento pontual dos pedidos. 

Desenvolver estratégias para manter uma abordagem estruturada na gestão de estoque pode ter um impacto significativo na precisão. 

Otimizar as rotinas de inventário é o primeiro passo para apoiar operações de separação sem problemas, através delas e do colaborador na empresa. 

2. Padronização do processo de recebimento

Para facilitar as atividades eficientes de separação, é essencial padronizar o processo de recebimento.

Procedimentos de recebimento que tenham um padrão desempenham um papel significativo na otimização das operações de separação de pedidos e no suporte ao atendimento preciso de pedidos, pois irá diminuir as chances de erros e auxiliar os colaboradores a desempenhar suas funções.

O que garante uniformidade, eficiência na separação e aprimoramento das operações de seu e-commerce.

3. Foque nos itens com maior giro de estoque

Concentrar-se nos itens com maior rotatividade é essencial para uma separação eficiente. 

Ao priorizar produtos de alta velocidade de venda, as empresas podem acelerar o processo de separação e aprimorar a agilidade geral de atendimento de pedidos. 

Os empreendedores devem utilizar análise de dados para identificar e priorizar esses itens para, assim, maximizar a eficiência na separação, beneficiando tanto a empresa quanto seus colaboradores. 

Quais são as principais ferramentas e tecnologias disponíveis para otimizar o processo de picking?

Algumas das principais ferramentas e tecnologias disponíveis para otimizar o processo de picking incluem Sistemas de Gerenciamento de Armazém (WMS), Identificação por Radiofrequência (RFID) e Voice Picking. 

O WMS permite o rastreamento fácil e a gestão em tempo real do inventário, o RFID auxilia na automação da coleta ao identificar rapidamente os produtos, e o Voice Picking utiliza instruções de áudio para uma recuperação eficiente dos produtos.

Mas, além de tais ferramentas, quando o foco é e-commerce, ERPS e hubs de automação são mais eficientes.

Um hub de automação é capaz de ter diversos tipos de picking, os quais se adaptam à demanda do empreendedor e o garantem maior agilidade e organização ao trazer informações sobre a coleta e zerando as chances de errar no processo de separação.

O hub Magis5, por exemplo, possui mais de 10 tipos diferentes de picking! Então, conheça mais sobre o hub que automatiza e integra sua operação nos marketplaces e fale com um de nossos especialistas. 

Não fique de fora de nenhum conteúdo

Receba novidades

CATEGORIAS

3

E-commerce

3
EMPREENDEDORISMO
3

Ferramentas e Materiais

3

Logística

3

Magis5

3

Marketplaces

3

Transformação Digital

ebook mercado livre

Veja também

Mais lidos

Janiel Bruno Brasil

Janiel Bruno Brasil

Redator de Conteúdo e Copywriter na Magis5, apaixonado por escrever e entregar conteúdo criativo. Para entrar em contato com Janiel, envie um e-mail a: janiel.brasil@magis5.com.br
Não fique de fora de nenhum conteúdo

Receba novidades