O mercado de Marketplaces no Brasil tem crescido bastante nos últimos anos, somente no primeiro semestre de 2020, mais de R$ 30 bilhões em vendas nos marketplaces foram transacionados, tendo um crescimento de 56% em relação ao ano anterior.

Dessa forma, para os empreendedores que desejam começar a ofertar seus produtos online ou desejam criar sua loja virtual, vender através dos marketplaces costuma ser uma boa opção, afinal, eles são uma vitrine do seu produto para milhares de pessoas.

Com isso, criamos a lista dos 10 maiores Marketplaces do Brasil em 2021, mostrando também alguns marketplaces voltados para nichos específicos, como o Madeira Madeira e a Elo7, para que você possa conhecer cada um deles e entender quais são os melhores para ofertar o seu produto. Para saber quais são os marketplaces que estão nessa lista, leia o texto até o final!

1. Mercado Livre 

O Mercado Livre é um dos sites mais conhecidos no Brasil e, durante o ano de 2020, ultrapassou a empresa Vale e se tornou a companhia mais valiosa da América Latina; Alguns dos seus principais dados é que ele possui mais de 300 milhões de usuários registrados, 200 milhões de ofertas em tempo real e mais de 10 compras são feitas no site todo segundo.

Como você já deve conhecer, dentro do Mercado Livre é possível vender tanto por produtos novos quanto usados, de praticamente qualquer categoria ou segmento. Além disso, como em diversos outros marketplaces, existe a possibilidade de realizar anúncios dos seus produtos no Mercado Livre.

Site oficial do Mercado Livre: www.mercadolivre.com.br

2. Shopee

A Shopee chegou ao Brasil com taxa de comissão agressiva, o que conquistou uma extensa base de usuários. Dentre das suas principais estratégias para ganhar market share no Brasil foi a oferta de cupons de frete grátis para distribuir entre os usuários que acessavam a plataforma.

Um dos principais marketplaces do sudeste asiático, a Shopee tem uma das maiores taxas de crescimento entre cadastro de novos vendedores no Brasil. Isso se deve ao catálogo de produtos variados que ficaram conhecidos, sobretudo, por possuírem custos baixos ao comprador. Para o vendedor, ainda, a vantagem dos preços competitivos justificam-se pelo fato de que a taxa de comissão é cobrada apenas sobre o valor do produto, não incidindo sobre o valor do frete, quando este existir.

Vale ressaltar o investimento em publicidade e novas tecnologias, como o alcance nas grandes mídias e redes sociais, e o lançamento do ShopeeAds, que é o impulsionamento de anúncios dentro da própria plataforma de e-commerce.

Para se cadastrar, basta acessar o link: https://bit.ly/3y9sATO.

3. Amazon 

A Amazon se tornou bastante conhecida mundialmente e é uma das maiores empresas do mundo atualmente. Além de ser referência no ecossistema de e-commerce, seu fundador Jeff Bezos é um dos homens mais ricos do mundo.

Em qualquer país que a Amazon entra ou ela é líder de mercado ou está muito próximo da liderança, exceto, adivinhem… no Brasil.

Embora, segundo o relatório aos investidores, o lançamento do Prime no Brasil em setembro de 2020 tenha sido o melhor da sua história, a Amazon ainda está longe de ter o marketshare aqui, que tem nos EUA.

Alguns desafios que a gigante de Seatle encontrou no Brasil:

  • → Share de mercado do e-commerce ainda é baixo (+ou-5% de todo o varejo) o que gera vantagem competitiva para players com forte penetração física (Magalu por exemplo);
  • → Pandemônio fiscal, trabalhista e tributário ( o que afugentou Walmart e JCPenney por exemplo das terras canárias);
  • Forte concorrência: B2W fez R$ 18,7bi, Magalu R$ 12,3bi e Mercado Livre aproximadamente R$ 36.7bi, ou seja, mercado já está bem concentrado;
  • → Custo de oportunidade (Veja Walmart por exemplo, U$ 500bi de vendas no mundo, é muito fácil abrir mão dos R$ 5bi no Brasil pois é apenas 0,3% da sua receita mundial);

Caso queira entender mais sobre o fenômeno da Amazon no Brasil veja aqui em um artigo escrito no Portal Ecommerce Brasil por Marcelo Linhares, CEO da Onfly e Conselheiro do portal.

marketplace amazon no Brasil

Site oficial: https://services.amazon.com.br/venda-na-amazon/beneficios.html

4. Magazine Luiza 

A Magazine Luiza se tornou uma empresa muito conhecida no Brasil principalmente devido ao sucesso que a companhia teve nas operações de comércio eletrônico, que antes representava muito pouco do faturamento e atualmente os dados são que essa operação já representa mais de 50% do faturamento da empresa.

Com isso e com a incorporação do marketplace da Netshoes, as operações da companhia pode ser subdividida em 3 sites:

  • Maganizeluiza.com.br;
  • Netshoes.com.br;
  • Zattini.com.br.

Site oficial do magalu: http://especiais.magazineluiza.com.br/marketplace/

5. Via Varejo 

O grupo Via Varejo possui sites e marcas extremamente acessados no Brasil e é um dos maiores varejistas no país, seus dados são de mais de 1 milhão de pedidos registrados mensalmente e, somente em abril do ano passado, a empresa teve um crescimento de 130% nessa operação.

Os sites que são pertencentes a empresa e que costumam estar sempre na lista de mais acessados no Brasil são:

  • CasasBahia.com;
  • Extra.com;
  • Loja HP;
  • PontoFrio.com.

Site oficial: http://viavarejonegocios.com.br/marketplace/

6. B2W 

O grupo B2W é formado por 3 sites bastantes conhecidos no Brasil, eles são:

  • Submarino;
  • Shoptime;
  • Americanas.

Com isso, estima-se que esses 3 sites juntos possuem mais de 1 milhão de SKUs, que totalizam 2,4 milhões de pedidos todo mês. Cabe ressaltar que através deles é possível vender diversos produtos de diversas categorias e que você também pode anunciá-los em seus sites.

Site oficial: https://www.b2wmarketplace.com.br/

7. Global Fashion Group (GFG)

O grupo Global Fashion Group (GFG) não é tão conhecido por esse nome, mas principalmente pelos e-commerces que estão englobados nele. Estes são:

Cada um deles é uma ótima oportunidade de colocar seus produtos em e-commerces que comercializam apenas itens de um determinado nicho específico. Dessa forma, você deve entender antes se seu público alvo costuma visitar aquele determinado site ou não para fazer isso.

Volume de vendas totais dos marketplaces em 2020

8. AliExpress

O marketplace chinês que abriu a oportunidade de cadastro para vendedores brasileiros em 2021, AliExpress possui a menor taxa de comissão do mercado e promete ter relevância do comércio eletrônico nacional.

Sua chegada ao Brasil tende a resolver um dos grandes problemas que o marketplace possuía: a dificuldade em ter prazos de entrega competitivos, já que mesmo com o aumento de voos fretados ao país, ainda havia uma tempo de 7 dias para chegar ao consumidor final.

No entanto, desde que começou a investir no mercado brasileiro, apresentou um aumento no número de acessos mensais, o qual chega a aproximadamente 43 milhões de visitas.

Além disso, o investimento em novas tecnologias o torna ainda mais competitivo, por ter funcionalidades que correspondem às tendências do e-commerce, possuindo dentro da sua plataforma a oportunidade de realizar:

  • Live Commerce: através das lives agendadas e a transmissão ao vivo dentro do próprio marketplace;
  • Social Commerce: através da “pechincha” que possibilita novos usuários comprarem produtos por preços mais baixos por meio do compartilhamento de anúncios em redes sociais;
  • Personalização da loja virtual: que possibilita o vendedor a dar uma cara única para a sua página, dando a oportunidade de se trabalhar branding.

Para saber tudo sobre o novo marketplace e como se cadastrar, basta acessar: https://bit.ly/2WhFQsx.

9. Centauro 

A Centauro é conhecida principalmente pelas suas lojas físicas, mas também possui um marketplace, além disso, ela comprou as operações da Nike no Brasil no ano de 2020, fazendo com que a companhia se torne uma distribuidora exclusiva no país.

Dessa forma, todos os itens relacionados a vestuários, calçados, acessórios e equipamentos incluindo as vendas por canais eletrônicos são pertencentes a Centauro por um período inicial de 10 anos.

Site oficial: http://www.centauro.com.br/sc/marketplace

centauro anuncia compra das operações da nike no brasil

10. OLX  

A OLX é um dos marketplaces mais conhecidos no Brasil e de acordo com o ranking da Alexa, está entre os 25 sites mais acessados. Ela se tornou muito conhecida pela venda de produtos usados e por ser possível fazer isso para diversas categorias e segmentos. Contudo, também é possível vender novos produtos.

A empresa anunciou a compra do grupo de serviços imobiliários AP por R$ 2,9 bilhões no ano passado. Em 2019, a receita líquida da OLX foi de R$ 360 milhões.

Site oficial: https://olx.com.br/

Bônus: Elo7 

O marketplace da Elo7 possui foco na venda e compra de produtos criativos, principalmente o artesanato. Dessa forma, para quem deseja trabalhar com esse tipo de produto, a Elo7 é considerada a principal plataforma de comércio de produtos autorais da América Latina.

Atualmente, ela conta com mais de 80 mil lojistas e é focada nas seguintes categorias:

  • Artesanato, trabalhos manuais, trabalhos artísticos e crafts;
  • Trabalhos digitais (design e ilustração);
  • Produtos industrializados que tenham recebido personalização ou intervenção significativa;
  • Manuais, CDs, livros e apostilas autorais;
  • Doces artesanais;
  • Aluguel de produtos artesanais de decoração para festas e eventos;
  • Insumos, cursos e materiais para artesanato.

Site oficial: https://www.elo7.com.br/quero-vender

(Mais 1) Bônus: Carrefour Marketplace

A rede de hipermercados apostou, em 2021, no impulsionamento do seu novo marketplace: o Carrefour Marketplace.

A rede já contabiliza mais de 25 milhões de acessos por mês e possui o nome da marca francesa já consolidada no mercado internacional. Possuem, também, o Cartão Carrefour, que permite o cliente a parcelar a compra em até 24 vezes, aumentando consideravelmente o consumo.

Com esse investimento na inovação da plataforma online, o Carrefour fechou o 1º trimestre de 2021 com R$18,1 bilhões em vendas totais, segundo a Nielsen.

O varejo alimentar é um setor forte no marketplace, possuindo uma recorrência de 70% de compra dos clientes.

Para quem tem interesse de começar a vender na plataforma, pode se aproveitar a condição especial para novos sellers de comissão zerada nos primeiros 3 meses após a adesão do contrato. A promoção é válida até 31/12/2021 e pode ser encontrada aqui:

carrefour da comissão 0%

(Só o último) Bônus: Madeira Madeira

O Madeira Madeira é um e-commerce para produtos de bens para o lar que foi fundado em 2009 no Paraná. A empresa se intitula como a maior loja online de produtos de casa do Brasil e acabou de se tornar o 16° “unicórnio brasileiro” chegando a 1 bilhão de dólares de valor de mercado.

Site oficial: https://www.madeiramadeira.com.br/

madeiramadeira recebe aporte e é o mais novo marketplace unicornio do Brasil

Venda nos principais marketplaces do Brasil de uma só vez e automatize sua operação

Se você deseja ter uma gestão de ponta ponta, do produto até a entrega do seu pedido e ter uma plataforma que facilite a gestão de estoque, gestão financeira e possibilita com que você integre sua loja virtual com os principais marketplaces do Brasil, entre em contato conosco e conheça a Magis5

Integre seu negócio aos marketplaces - clique aqui para falar com um especialista

Comentários

Vitor Lima

Vitor Lima

Vitor é CEO do Magis5 e fundou a plataforma depois de ter problemas nas entregas dos seus pedidos nos marketplaces. Vitor é especialista em tecnologia, e-commerce e é apaixonado por inovação e startups